Confederação Brasileira de Sorvebol Confederação Brasileira de Sorvebol CBS
Notícia - 06/07/2018 às 00:35:53
SORVEBOL GANHA ADEPTOS EM MINAS GERAIS
Sorvebol ganha adeptos em Minas Gerais Esporte criado em Belo Horizonte vem se desenvolvendo e federação da modalidade será instalada no Mineirinho 02 de Março de 2018

Por WILKER FOUREAUX
BELO HORIZONTE, MG
A atleta da modalidade, Solange Costa, o secretário Ricardo Sapi, e Cláudio Mendes, criador do sorvebol e presidente da Federação Mineira. (Foto: Renata Silva/SEESP)
Sorvebol ganha adeptos em Minas Gerais
Esporte criado em Belo Horizonte vem se desenvolvendo e federação da modalidade será instalada
no Mineirinho

Disputado com dois cones e uma bola, o sorvebol vem crescendo Minas Gerais. O esporte nasceu em Belo Horizonte no ano de 2003 e a prática foi implantada nas escolas municipais da capital em 2006. Para atender ao número crescente de praticantes, a federação da modalidade utilizará uma das salas do Mineirinho. A iniciativa integra as atividades de regularização do uso das salas do ginásio por federações esportivas, além de ser uma forma de a Secretaria de Estado de Esportes apoiar as atividades de profissionalização dessas entidades de representação das mais diversas modalidades esportivas. A liberação do espaço foi tratada em reunião do presidente da entidade e criador do sorvebol, Cláudio Mendes, com o secretário de Estado de Esportes em exercício, Ricardo Sapi.O sorvebolNesse esporte, os jogadores podem competir individualmente, em duplas ou quartetos. É utilizada uma quadra de tamanho máximo de 14m x 6m e no mínimo 12m x 6m, além de uma rede parecida com a de vôlei. As partidas são disputadas em dois sets de 21 pontos com saques, passes, recepção e pontos diretos, não podendo o atleta tocar a bola com as mãos ou qualquer parte do corpo. Cada equipe tem o direito de tocar a bola no máximo três vezes para retorná-la, por cima da rede, ao campo adversário. Cada jogador pode ficar com a bola por, no máximo, três segundos. Após este tempo são marcados falta e ponto do adversário.
Segundo Sapi, o apoio a diferentes modalidades é uma das premissas do trabalho da Secretaria de Estado de Esportes. “Nos últimos anos, trabalhamos para fortalecer diferentes modalidades que se desenvolveram e conquistaram novos praticantes. Para o sorvebol, um esporte nascido em Minas Gerais, nossa atenção não será diferente. Queremos cada vez mais mineiros interessados na prática da modalidade”, comentou.O presidente da Federação Mineira de Sorvebol estima em mais de 20 mil o número de praticantes no estado. “Acredito que existam cerca de 2200 atletas de nível adulto em Minas Gerais”, conta.Segundo Cláudio, pessoas de todas as idades podem praticar sorvebol. “Estamos desenvolvendo o esporte até para cadeirantes – o sorvebol paralímpico. Já existe também a disputa da modalidade de forma mista, com cadeirante e não cadeirante”, contou.A maior competição de sorvebol de Minas Gerais é o BH Open, que acontece em 12 etapas durante o ano, em várias categorias. Além dos mineiros, em todos os estados do Brasil já existem praticantes da modalidade – Alagoas foi o segundo deles a desenvolver a modalidade.Além da Federação Mineira, estão sediadas em Belo Horizonte a Confederação Brasileira e a Federação Internacional de Sorvebol.Segundo Cláudio, a entidade estadual oferece, na capital e região metropolitana, capacitação gratuita sobre o sorvebol para professores, estudantes, monitores de escolas e estagiários de Educação Física.Mais informações podem ser obtidas no site: http://www.sorvebol.com.br/federacaomineira.